Cowboy Cantor

quarta-feira, 7 de setembro de 2005

O Meu Amigo Fozzi



Este é o Fozzi. Lê-se à italiana, ou seja, acentua-se as duas vogais, e os “zz” lê-se “dz”.
O meu amigo Fozzi foi-me oferecido no dia em que eu fiz um ano, e desde este dia até há bem pouco tempo, foi o meu companheiro de todas as noites de sono. Durante o dia era o brinquedo preferido dos meus primos que vinham cá a casa. As marcas deixadas na face, ou a falta delas, são bem o espelho das brincadeiras pelas quais já passou o Fozzi nas mãos dos meus primos.
Hoje de manhã acordei, olhei para o lado, e lá estava ele, sentado numa cadeira, sozinho, porque a idade já não permite dormidas juntos. No entanto a companhia nunca foi dispensada, e já lá vão 26 anos.
No dia em que nasceu o Fozzi, o tema mais vendido era o “We Don’t Talk Anymore”, do Cliff Richar. Não será bem verdade, tendo em conta que continuo a ter o meu amigo urso sempre ao lado da minha cama.
Querido ursinho, esta é só para ti.

Como sempre, em dias de aniversários, fica em escuta aqui no Cowboy Cantor o tema referido.

2 comentários:

Vera Cymbron disse...

Que giro o Sentidos é também do mesmo dia...
Jinho

Rodrigo de Sá disse...

Parabéns também aos Sentidos