Cowboy Cantor

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Sinfonias de Beethoven em Piano? Que Horror?

A noite, sabia eu que iria ser grande. As vizinhas da fila da frente é que não faziam a mínima ideia ao que vinham, nem parecia que estavam com vontade de apreciar o espectáculo:
- Sinfonias de Beethoven em piano? Nunca vi tal coisa. Têm de ser com orquestras grandes. De certeza que não me vai encher a alma.
Pois, a senhora nunca ouvi tal coisa, porque o seu ar de arrogante, armada em intelectual da alta sociedade de Ponta Delgada, torna-a numa ignorante, porque adaptações para piano das sinfonias de Beethoven há muitas. Para quatro mãos é que eu realmente nunca tinha ouvido.
Mais tarde ouvi:
- Realmente isto é horrível. Nunca iria comprar um c.d. com isto. Se Beethoven estiver a ouvir isto, deve estar a dar voltas na campa. Isto era engraçado na altura, quando não havia dinheiro para as orquestras grandes.
Bem, quantas asneiras neste comentário. Primeiro, Beethoven nunca iria ouvir o que a senhora chamou de “isto”, porque mesmo que alguém pudesse ouvir depois de morto, Beethoven iria ouvir apenas um zumbido. Seja de piano, de orquestra, ou da alta sociedade pseudo-intelectual dar numa de ignorante.
O pior comentário que tinha ouvido a respeito de Beethoven remonta ao meu segundo ano de curso, quando um colega minha disse, em estado de choque:
- Gostas de Beethoven. Que horror… Só ouço Mozart. Tudo o que for para além de Mozart, não gosto.
É pena. Nunca irá saber o que é sentir arrepios entre o 3º e 4º andamento da 5ª Sinfonia de Beethoven. Nunca irá saber o que é sentir o estômago a tremer de êxtase ao ouvir os contrabaixos na 9ª Sinfonia. Nunca irá ser uma musicóloga feliz. A minha colega, e toda esta gente que dá numa de intelectual retrógrada.

nota: esta é a minha análise menos séria ao concerto de ontem à noite no Teatro Micaelense. Um comentário mais sério está aqui.

2 comentários:

H. Blayer disse...

Ó meu caro, mas então não sabe que boa parte das plateias que se reúnem no Teatro e no Coliseu micaelenses, é constituída por energúmenos e energúmenas que só lá vão porque é de bom tom? Ehehehehehe...

Rodrigo de Sá disse...

Sim, como diz o povo: felizes dos ignorantes.